Endometrioma?

Os endometrioma são cistos não cancerosos e cheios de líquido que geralmente se formam profundamente nos ovários. Eles recebem esse nome por sua aparência marrom e parecida com alcatrão, parecendo algo como chocolate derretido. Eles também são chamados de endometriomas ovarianos. A cor vem do sangue e tecido menstrual antigo que preenche a cavidade do cisto. Um cisto de chocolate pode afetar um ou ambos os ovários e pode ocorrer em múltiplos ou singularmente. Cistos de chocolate ocorrem em 20 a 40% em das mulheres que têm endometriose.


A endometriose é um distúrbio comum em que o revestimento do útero, conhecido como endométrio, cresce fora do útero e chega aos ovários, trompas de falópio e outras áreas do trato reprodutivo. O crescimento excessivo desse revestimento causa dor intensa e, às vezes, infertilidade. Endometrioma são um subgrupo de endometriose. Eles são frequentemente associados a formas mais graves do distúrbio.

Endometrioma

Quais são os sintomas?

Endometriomas podem causar sintomas em algumas mulheres. Outras mulheres podem não apresentar nenhum sintoma. O tamanho do cisto também não afeta necessariamente a gravidade ou presença de sintomas. Isso significa que uma mulher com um cisto pequeno pode apresentar sintomas, enquanto alguém com um cisto grande pode não ter. Os cistos podem variar de 2 a 20 centímetros (cm) de tamanho. Quando os sintomas ocorrem, eles são semelhantes aos da endometriose. Eles podem incluir:

  • períodos dolorosos e com cólicas

  • dor pélvica não relacionada ao seu ciclo menstrual

  • ciclos irregulares

  • dor durante o sexo

  • infertilidade para algumas mulheres


Se um cisto de chocolate se romper, pode causar dor abdominal súbita e intensa no lado do corpo onde o cisto está localizado. Um cisto rompido pode ser uma emergência médica. Procure atendimento médico imediato se suspeitar de um cisto rompido. O que causa endometrioma?

Há muito debate sobre como e por que os endometriomas se formam. Uma teoria é que eles podem ser resultado de endometriose. O revestimento desses cistos atua da mesma maneira que o revestimento do útero. Ela cresce e é eliminada em resposta ao aumento e queda mensais dos hormônios femininos. Em vez de deixar o corpo, esse tecido fica preso dentro da cavidade do cisto. Aqui pode produzir inflamação e perturbar os ovários. Como são diagnosticados os cistos de chocolate?

O seu médico pode solicitar um ultrasom transvaginal pélvico se:

  • eles sentem um cisto durante um exame pélvico

  • eles suspeitam que você tem endometriose com base nos seus sintomas

  • você está experimentando infertilidade inexplicável

Um ultrassom pode identificar se um cisto está presente. Mas não pode necessariamente determinar que tipo de cisto é. para investigação ainda podemos usar a ressonância magnética e também uma biopsia ou punção aspirativa do líquido do cisto.

Qual o aspeco caracteristico do endometeioma ao ultrassom?


Endometriomas ,  também conhecidos como cistos de chocolate ou cistos endometrióticos , são uma forma localizada de endometriose e geralmente estão dentro do ovário. Eles são facilmente diagnosticados no ultrassom, com a maioria das características radiográficas clássicas demonstradas. 

A aparência dos endometriomas pode ser bastante variável. O exemplo clássico é um cisto unilocular com aprimoramento acústico com ecos difusos de vidro fosco homogêneo como resultado dos detritos hemorrágicos. Esse aparecimento ocorre em 50% dos casos.

Recursos menos comuns incluem:

  • vários lóbulos (~ 85% terá <5 lóbulos)

  • focos de parede hiperecoicos (presentes em 35%)

  • lesão cística-sólida (~ 15%) ou lesão puramente sólida (1%)

  • cistos anecóicos (raros; 2%)




Como são tratados os endometriomas?

O tratamento dependerá de vários fatores, incluindo:

  • idade

  • sintomas

  • se um ou ambos os ovários são afetados

  • se você quer ou não ter filhos


Se o cisto é pequeno e não produz sintomas, o seu médico pode aconselhar uma abordagem de vigiar e esperar. Eles também podem recomendar medicamentos que inibem a ovulação, como a pílula anticoncepcional. Isso pode ajudar a controlar a dor e retardar o crescimento de cistos, mas não pode curá-los. A cirurgia para remover os cistos, chamada cistectomia ovariana, é frequentemente recomendada para mulheres que têm:

  • sintomas dolorosos

  • cistos maiores que 4 cm

  • cistos que podem ser cancerígenos (estima que menos de 1% dos cistos são cancerígenos)

  • infertilidade


A cirurgia é geralmente feita através de um laparoscópio. Um laparoscópio é um tubo longo e fino, com uma luz e uma câmera no final, que ajudam os médicos a realizar o procedimento. É inserido através de uma pequena incisão. A cirurgia é controversa em termos de machucar ou ajudar a fertilidade. Mesmo quando o cirurgião é altamente qualificado, o tecido ovariano saudável pode ser removido junto com o cisto. Isso pode afetar negativamente a função ovariana. No entanto, a inflamação e o ambiente tóxico que um endometrioma pode produzir podem causar mais danos à fertilidade do que a cirurgia. Que efeito dos endometriomas sobre a fertilidade?

Os endometrioma podem invadir, danificar e controlar o tecido ovariano saudável. Isso pode ser uma séria ameaça à fertilidade. Esses cistos podem ser difíceis de tratar, e as cirurgias pélvicas usadas para controlá-los ou removê-los podem levar a cicatrizes ovarianas e fertilidade reduzida. Quando comparadas às mulheres sem endometrioma, as mulheres com ele também tendem a ter:

  • menos óvulos

  • óvulos com menor probabilidade de amadurecer

  • níveis mais altos de hormônio folículo-estimulante (FSH), que podem indicar problemas com os ovários

Apesar dos danos que os endometriomas causam nos ovários, muitas mulheres com eles conseguem engravidar naturalmente (cerca de 43%).

a fertilização in vitro é outra opção se você a paciente tiver endometriomas e dificuldade em engravidar.

Qual é a perspectiva?

Os endometriomas são comuns em mulheres com endometriose. Os sintomas geralmente podem ser gerenciados com medicamentos. Em alguns casos, os cistos precisarão ser removidos. Cerca de 30% dos cistos de endometriomas removidos cirurgicamente retornarão, principalmente se forem grandes ou tratados medicamente. Ficar grávida após a cirurgia pode diminuir o risco de recorrência. Converse com seu médico sobre suas opções de tratamento. Informe-os se estiver planejando ou pensando em ter filhos no futuro. Isso os ajudará a desenvolver um plano de tratamento adequado para você.

marketing medico digital.png