Câncer de endométrio

O câncer endometrial é um tipo de câncer que começa no útero. O útero é o órgão pélvico oco em forma de pêra onde ocorre o desenvolvimento fetal.

O câncer endometrial começa na camada de células que formam o revestimento interno (endométrio) do útero, aquele de descansa quando menstruamos. O câncer endometrial às vezes é chamado de câncer uterino. Outros tipos de câncer podem se formar no útero, incluindo o sarcoma uterino, mas são muito menos comuns do que o câncer endometrial.

O câncer endometrial é freqüentemente detectado em um estágio inicial porque freqüentemente produz sangramento vaginal anormal. Se o câncer endometrial for descoberto precocemente, a remoção cirúrgica do útero geralmente cura ele.

Sintomas do câncer de endométrio

Os sinais e sintomas de câncer endometrial podem incluir:

  • Sangramento vaginal após a menopausa

  • Sangrando entre os períodos menstruais

  • Dor pélvica

Marque uma consulta com seu médico se sentir quaisquer sinais ou sintomas persistentes que o preocupam.

Causas de câncer de endométrio

Os médicos não sabem o que causa o câncer endometrial. O que se sabe é que algo ocorre para criar mudanças (mutações) no DNA das células do endométrio - o revestimento interno do útero.

A mutação transforma células normais saudáveis em células anormais. As células saudáveis crescem e se multiplicam em uma determinada taxa, acabando por morrer em um determinado momento. As células anormais crescem e se multiplicam fora de controle e não morrem em um determinado momento. As células anormais acumuladas formam uma massa (tumor). As células cancerosas invadem os tecidos próximos e podem se separar de um tumor inicial para se espalhar em outras partes do corpo (metástase).

Fatores de risco para câncer de endométrio:

Fatores que aumentam o risco de câncer endometrial incluem:

  • Alterações no equilíbrio dos hormônios femininos no corpo. Os ovários produzem dois hormônios femininos principais - estrogênio e progesterona. As flutuações no equilíbrio desses hormônios causam alterações no endométrio. Uma doença ou condição que aumenta a quantidade de estrogênio, mas não o nível de progesterona, em seu corpo pode aumentar o risco de câncer endometrial. Os exemplos incluem padrões de ovulação irregulares, que podem acontecer na síndrome dos ovários policísticos, obesidade e diabetes. Tomar hormônios após a menopausa que contenham estrogênio, mas não progesterona, aumenta o risco de câncer endometrial. Um tipo raro de tumor ovariano que secreta estrogênio também pode aumentar o risco de câncer endometrial.

  • Mais anos de menstruação. Começar a menstruação bem cedo - antes dos 12 anos - ou começar a menopausa mais tarde aumenta o risco de câncer endometrial. Quanto mais períodos você tiver, mais exposição seu endométrio teve ao estrogênio.

  • Nunca ter estado grávida. Se você nunca esteve grávida, tem um risco maior de câncer de endométrio do que alguém que já teve pelo menos uma gravidez.

  • Idoso. Conforme você envelhece, o risco de câncer endometrial aumenta. O câncer endometrial ocorre mais frequentemente após a menopausa.

  • Obesidade. Ser obeso aumenta o risco de câncer endometrial. Isso pode ocorrer porque o excesso de gordura corporal altera o equilíbrio hormonal do corpo.

  • Terapia hormonal para câncer de mama. Tomar o medicamento da terapia hormonal tamoxifeno para o câncer de mama pode aumentar o risco de desenvolver câncer endometrial. Se você estiver tomando tamoxifeno, discuta esse risco com seu médico. Para a maioria, os benefícios do tamoxifeno superam o pequeno risco de câncer endometrial.

  • Uma síndrome hereditária de câncer de cólon. A síndrome de Lynch, também chamada de câncer colorretal hereditário não polipose (HNPCC), é uma síndrome que aumenta o risco de câncer de cólon e outros tipos de câncer, incluindo câncer endometrial. A síndrome de Lynch é causada por uma mutação genética passada de pais para filhos. Se um membro da família foi diagnosticado com síndrome de Lynch, discuta o risco da síndrome genética com seu médico. Se você foi diagnosticado com síndrome de Lynch, pergunte ao seu médico quais exames de rastreamento de câncer você deve se submeter.

Prevenção do câncer de endométrio

Para reduzir o risco de câncer endometrial, você pode:

  • Converse com seu médico sobre os riscos da terapia hormonal após a menopausa. Se você está considerando a terapia de reposição hormonal para ajudar a controlar os sintomas da menopausa, converse com seu médico sobre os riscos e benefícios. A menos que você tenha se submetido a uma histerectomia, substituir apenas o estrogênio após a menopausa pode aumentar o risco de câncer endometrial. Tomar uma combinação de estrogênio e progesterona pode reduzir esse risco. A terapia hormonal acarreta outros riscos, portanto, pondere os benefícios e riscos com seu médico

  • Considere tomar pílulas anticoncepcionais. O uso de anticoncepcionais orais por pelo menos um ano pode reduzir o risco de câncer endometrial. Pensa-se que a redução do risco dura vários anos depois de parar de tomar contraceptivos orais. No entanto, os anticoncepcionais orais têm efeitos colaterais, então discuta os benefícios e riscos com seu médico.

  • Mantenha um peso saudável. A obesidade aumenta o risco de câncer endometrial, portanto, trabalhe para atingir e manter um peso saudável. Se você precisa perder peso, aumente sua atividade física e reduza o número de calorias que ingere todos os dias.


BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

Rua Cel Moreira Cesar, 229 / sl 1413

Shopping Icaraí - Icaraí - Niterói/RJ

CEP: 24 230-052

Desenvolvido por:

marketing medico digital.png

ENTRE EM CONTATO