Ultrassom Obstétrico

O Ultrassom Obstétrico é um exame realizado na rotina na assistência de todas as gestantes e partir de 13 semanas até o final da gestação e é realizado pela via abdominal. Segundo o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), esse exame deve ser recomenda para todas as pacientes grávidas.

A ultrassonografia é uma tecnologia dependente do operador, logo deve ser realizado pro profissional habilitado, com experiência e conhecimento da fisiologia e estados patológicos da gestação, possibilitando adequada avaliação do bebê bem com dos seus anexos (placenta e líquido amniótico) em qualquer idade gestacional. Aqui na Plena nos sempre damos aquela espiadinha no bebê em 3D.


O tempo e a frequência com que ele é realizado vai depender da indicação, mas rotineiramente os obstetras solicitam em média um por mês. Já nas gestações de alto risco, geralmente é indicado a cada duas semanas. Pra que serve o ultrassom obstétrico? O que o ultrassom obstétrico avalia?

  • Acompanha o crescimento do bebê, medindo sempre a cabeça, abdome, fêmur e úmero. Com essas medidas, podemos calcular o peso do bebe e avaliar se o seu crescimento esta acompanhando uma curva de normalidade;

  • Determina a posição do bebê verificando se ele esta de cabeça pra baixo (cefálico), de bumbum pra baixo (pélvico) ou atravessado (córmico);

  • Determinação do sexo fetal;

  • Avalia da posição da placenta e aparência, podendo diagnosticar problemas como placenta baixa, placenta excessivamente madura, lobo acessório da placenta;

  • Mede a quantidade de liquido amniótico, podendo diagnosticar oligodramnia (liquido diminuído) ou polidramnia (liquido aumentado);

  • Faz uma avaliação básica da anatomia do bebê examinando coração (4 câmaras), estômago, rins, bexiga, coluna.

  • Avaliação do doppler da artéria umbilical que auxilia na avaliação do bem estar fetal e função placentária.

  • Aquela espiadinha com ultrassom 3D

As indicações para o exame obstétrico de ultrassom variam de acordo com o trimestre e tem múltiplos usos para o diagnóstico de distúrbios e anormalidades. O exame de ultrassom diagnóstico utilizado de forma adequada não tem efeitos prejudiciais (incluindo efeitos fetais). Quais são as indicações para o ultrassom obstétrico?

  • Triagem de anomalias fetais

  • Avaliação da anatomia fetal

  • Estimar idade gestacional

  • Avaliação do crescimento do bebê

  • Avaliação de sangramento vaginal

  • Suspeita de morte fetal

  • Avaliação da dor abdominal ou pélvica

  • Avaliação do comprimento do colo

  • Determinação da posição e apresentação fetal

  • Avaliação de suspeita de gestação múltipla

  • Auxiliar a amniocentese ou outro procedimento

  • Avaliação de uma discrepância significativa entre o tamanho do útero e a idade gestacional

  • Avaliar massa pélvica

  • Avaliação de uma suspeita de mola hidatiforme ou outra suspeita de doença trofoblástica gestacional

  • Avaliação do bem-estar fetal

  • Suspeitas de anormalidades no líquido amniótico

  • Suspeita de descolamento de placenta

  • Acompanhar à versão cefálica externa

  • Avaliação da ruptura de membranas ou parto prematuro

  • Avaliação de marcadores bioquímicos anormais

  • Avaliação de acompanhamento de uma anomalia fetal

  • Avaliação / acompanhamento da aparência e localização da placenta, incluindo suspeita de placenta prévia, vasa prévia e placenta anormalmente aderente

  • História de anomalia congênita prévia







#Ultrassom #Ultrassonografia #ClinicadeUltrassonografia #UltrassomObstétrico

BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_
marketing medico digital.png