Morfológico de Primeiro Trimestre é igual a Translucência Nucal?


Morfológico de Primeiro Trimestre é igual a Translucência Nucal?


Não! A pesquisa de síndrome genética é realizada pela Translucência Nucal entre 11 a 13 + 6 semanas. Essa pesquisa de síndromes geralmente são associadas a outros marcadores também osso nasal, frequência cardíaca, translucência intra craniana,fluxo do ducto venoso e da válvula tricúspide. Todos esse itens servem para descobrir quais os bebes são de alto risco para ter síndromes. Mas essa investigação pode ser ainda mais completa quando associada a avaliação precoce da anatomia fetal para avaliar se o bebê está bem formadinho através da Morfológica de Primeiro Trimestre.


Com o avanço dos aparelhos de ultrassom com imagens de boa qualidade já é possível avaliar a morfologia (formação) de muitos órgãos fetais mesmo num bebê tão novinho e tão pequenino. Nessa idade já é possível examinar as divisões do coração, a localização do estômago, a presença de ambos os rins, a bexiga vazia ou cheia, os braços, as perninhas e até os dedinhos do bebê.

As vantagens disso são a detecção precoce de muitas anomalias importantes e melhora na avaliação das pacientes com alto risco de síndrome genética.

As limitações desse exame é que geralmente não é feito por convênio, é um exame muito detalhado e minucioso o que exige a necessidade de um profissional treinado e experiente. Além disso algumas estruturas anatômicas do bebê e patologias tem o desenvolvimento mais tardio na gestação e não podem ser diagnosticados de forma precoce.


BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_
marketing medico digital.png