O que é pré eclampsia? Quem são as mulheres com maior risco de pré eclampsia e como evitá-la?

Pré-eclâmpsia conhecida popularmente como a pressão alta da gravidez é uma síndrome que acomete variados órgãos que surge durante a segunda metade da gestação. Antigamente era definição como pressão alta + proteinúria (perda de proteína na urina) e edema. Todavia isso mudou. Hoje ela é caracterizada por:

* Hipertensão: pressão arterial ≥140 mmHg e/ou ≥90 mmHg em ≥2 ocasiões com intervalo de 4 horas, com aparecimento após 20 semanas de gestação em mulheres previamente normotensas.

* Proteinúria: * Acometimento de órgãos-alvo maternos: é definido pelo o aparecimento de quaisquer um dos abaixo:

- Insuficiência renal - Disfunção hepática – aumento das enzimas hepáticas transaminases hepáticas em altos níveis séricos (≥2 vezes o limite de normalidade) e/ ou dor abdominal supra-umbilical intensa e persistente irresponsiva à medicação.

- Complicações neurológicas – eclâmpsia (convulsão), acidente vascular cerebral (derrame), confusão mental, cefaléia intensa acompanhada por hiperreflexia, amaurose ou escotomas visuais persistentes (visualização de pontinhos brilhantes).

- Complicações hematológicas - plaquetas baixa, coagulação intravascular disseminada (CIVD) ou hemólise.

- Disfunção uteroplacentária (CIUR assimétrico; Doppler umbilical alterado, principalmente se presente também Doppler alterado nas duas artérias uterinas maternas).

A pré-eclâmpsia é uma das principais causas de morbimortalodade materna e perinatal no Brasil e no mundo. A identificação de fatores de risco ao seu desenvolvimento pode auxiliar na prevenção e diagnóstico precoce do início clínico da doença. É super importante identificar precocemente gestantes com risco para a doença e oferecer a estas, acompanhamento especializado. Além disso, o AAS indicado para o grupo de mulheres de alto risco pode reduzir em até 75% dos casos de pré eclampsia precoce.


Posts recentes

Ver tudo

Estrias na gravidez

As estrias são um incômodo comum durante a gravidez. As estrias se desenvolvem em nove entre dez gestações, geralmente no sexto ou sétimo mês. Essas estrias rosadas ao redor dos estômagos, seios ou qu

Parto normal após uma cesariana

Se você já fez uma cesariana, pode ter seu próximo bebê por via vaginal. Isso é chamado de parto vaginal após cesariana (também chamado de VBAC). Você poderá fazer um VBAC se sua gravidez for saudável

BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_