Guia de ultrassom para inserção de DIU

O inserção do DIU não é um procedimento difícil, mas é realizado as cegas, ou seja, não é possível enxergar em qual direção estamos inserindo o DIU. Logo, não é possível saber se o DIU ficou na posição certa após a colocação. Embora não haja diretrizes específicas que digam que o exame é necessário para a inserção do DIU, o ultrassom transvaginal pode simplificar o procedimento e minimizar o risco. Mesmo os médicos mais experientes podem encontrar complicações durante o processo de inserção devido às variações anatômicas do organismo da mulher como útero bicorno, retrovertido ou com mioma.

As principais complicações da inserção às cegas do DIU são deslocamento, incrustação na parede uterina, perfuração e até expulsão. Na verdade, pesquisas mostram que a perfuração uterina ocorre cerca de uma vez a cada 1.000 inserções. A taxa total de complicações em mulheres que inserem o DIU guiado por ultrassom é significativamente menor especialmente de dor na inserção, sangramento, cólicas abdominais e falha do procedimento. A guia de ultrassom é particularmente útil para mulheres com cesariana anterior, nulíparas (sem filhos), com útero retrovertido ou com mioma.

Além disso, após a inserção é feito um ultrassom transvaginal 3D que oferece confiança avançada do posicionamento correto do DIU na cavidade.


Como é feito a inserção de DIU guiada por ultrassom?


* Você precisa trazer o DIU de sua preferência com você para a sua consulta (Mirena, kyleena, cobre, prata)

* Use o analgésico de sua preferência de 30 a 40 min antes da consulta para amenizar o desconforto da inserção

* Traga também o Kit de inserção de DIU descartável.

* Será realizado um ultrassom transvaginal antes da inserção para avaliar se está tudo bem, se existem miomas e a direção e a medida do útero

* Quando o exame é concluído, um espéculo é inserido na vagina, como quando você faz preventivo.

* Com a orientação de ultrassom, agora com uma sonda abdominal/pervica, é inserido uma régua chamada histerômetro pra medir o tamanho do útero.

* O sistema de inserção do DIU é conduzido para a cavidade uterina também e do DIU então é posicionado no lugar certo também sobre visualização do ultrassom pélvico

* Retiram-se especulo, corta-se o fio do DIU.

* Realizamos novo ultrassom transvaginal agora pra obter uma imagem de ultrassom 3D verificando se o DIU está no lugar certo.


A maioria das mulheres sente um pequeno desconforto. Algumas mulheres podem sentir calor e tonturas por um curto período de tempo. A infecção pélvica após o procedimento é extremamente rara, mas você deve relatar quaisquer sintomas de dor, sensibilidade, febre ou secreção vaginal ofensiva ao seu médico.



BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_
marketing medico digital.png