A hérnia intestinal fisiológica ou pseudoonfalocele

A hérnia intestinal fisiológica é um fenômeno natural que ocorre no início da gravidez. Geralmente ocorre em torno de 6-8 semanas até 12-13 semanas no útero, após as quais o intestino retorna para a cavidade abdominal. 

Fisiologia

Ela ocorre como resultado do crescimento mais rápido do intestino (principalmente do íleo) do que a cavidade abdominal durante o início do período gestacional. Na situação fisiológica, o intestino se alonga e se move para fora do abdômen embrionário herniando na base do cordão umbilical. Isso ocorre em torno de 8 semanas de idade gestacional e é devido a uma série de fatores, incluindo o rápido crescimento da extremidade cranial do intestino médio (que formará o intestino delgado) e o grande tamanho do fígado e rins em desenvolvimento. Enquanto o intestino está dentro do cordão umbilical, o intestino médio gira 90 graus no sentido anti-horário (voltado para o embrião).  Em aproximadamente 10-11 semanas, o abdômen aumenta e os intestinos retornam à cavidade abdominal. O intestino médio então gira 180 graus adicionais no sentido anti-horário, fixando-se no retroperitônio posterior. 

Características radiográficas Ultrassom pré-natal

"Massa" sólida de ecogenicidade de médio a alto nível na base do cordão umbilical, adjacente à parede abdominal anterior do feto.

  • Massa ecogênica ou presença de intestino fetal fora da parede abdominal anterior, na base do cordão umbilical.

  • não deve ser visto após 12-13 semanas de idade gestacional.

  • nunca deve conter herniação de outros órgãos, como o fígado.

  • a extensão da hérnia é comparativamente pequena (frequentemente <7 mm)

  • COMO MEDIR:

  1. Planos transverso e sagital através do abdômen fetal ao nível do cordão umbilical.

  2. Meça o segmento mais longo e mais largo do cordão. normal = 4-7 mm (para um CCN de 19-44 mm).


  • frequência: de acordo com um estudo, isso pode ser visto em:

  • cerca de 65% dos casos em 8 semanas

  • 100% durante 9 a 10 semanas

  • cerca de 25% em 11 semanas


Diagnóstico diferencial

Para aparências de imagens de ultrassom, considere:

  • gastrosquise

  • onfalocele : se a protuberância da linha média em <12 semanas parecer maior do que 







Posts recentes

Ver tudo

Megabexiga fetal

Megabexiga fetal refere-se a uma bexiga urinária anormalmente grande observada na ultrassonografia. Isso ocorre no período pré-natal em cerca de 1 em 1.500 gestações, com muito mais frequência em meni

BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_
marketing medico digital.png