Como saber se o colo do útero está curto?


O ultrassom é o método mais fiel para avaliar se o colo do útero está curto ou aberto. Pode ser realizado em qualquer idade gestacional pela via transvaginal. Nas mulheres sem antecedente de parto prematuro e sem sintomas o comprimento do colo deve ser realizado de rotina no ultrassom de segundo trimestre entre 20 a 24 semanas. Geralmente essa avaliação é feita junto com o ultrassom morfológico. Nas mulheres assintomáticas mas com história prévia de parto prematuro ou com anormalidades uterinas como útero bicórneo, a medida do colo uterino deve ser realizada a cada 2 semanas entre 14 a 24 semanas. Mulheres com um colo longo e sem afunilamento não tem um risco aumentado para parto prematuro.

Quando medir o colo do útero?

A medida do colo do útero combinada com a história obstétrica é melhor preditor de parto prematuro espontâneo do que cada fator isolado e a sensibilidade do rastreio melhora quanto maior o grau de prematuridade.

O comprimento cervical é <20mm em cerca de 20% das mulheres com ameaça de trabalho de parto prematuro e este grupo contém 75% daquelas que parem nos 7 dias subsequentes. Nas pacientes com comprimento cervical >20mm, o risco de parto nos próximos 7 dias é de aproximadamente 3%. Para uma taxa de rastreio positivo de 10%, a taxa de detecção é de 80% para nascimentos antes de 28 semanas de gestação, de 60% para nascimentos entre 28-30 semanas e de 50% para partos entre 31-33 semanas.

Qual a técnica adequada de medir o colo do útero?

Ao medir o comprimento do colo uterino na ecografia transvaginal:

  • A mulher deve esvaziar a bexiga e então posicionar-se em ducúbito dorsal na posição ginecológica

  • O transdutor deve ser introduzido, mas deve-se tomar cuidado para que pressão excessiva não seja exercida contra o colo, a qual pode aumentar artificialmente a medida cervical.

  • Um corte sagital do colo uterino deve ser obtido e a mucosa endocervical, a qual pode ser hiperecogênica ou hipoecogênica em relação à cérvix, deve ser utilizada como um guia para a localização do orifício interno (OI) do colo, evitando assim, confusão com o segmento inferior do útero.

  • Os calipers são usados para medir a distância linear entre a área triangular mais ecogênica no orifício externo (OE) e a incisura em formato de V no OI.

  • Cada exame deve ser realizado ao longo de 2-3 minutos. Em cerca de 1% dos casos o comprimento cervical pode mudar devido a contrações uterinas e, nesses casos, a medida mais curta é a que deve ser utilizada.


marketing medico digital.png