Ecocardiograma fetal


Os defeitos cardíacos estão entre os defeitos congênitos mais comuns. Seu diagnóstico é importante ainda intra útero pois pode ajudar a proporcionar uma oportunidade de planejar e manejar o bebê como e quando o bebê nascer. Condições como diabetes, translucência nucal alterada dentre outros indicam a realização obrigatória do exame mas cada vez mais ele vem sendo usado como exame de rotina do pre natal. É geralmente realizado por um cardiologista pediátrico pois requer experiência. Hoje, um ecocardiograma fetal dedicado pode detectar quase 100% das doenças cardíacas congênitas graves. O estudo ecocardiográfico do coração fetal é idealmente realizado entre 18 e 22 semanas e pode ser repetido em torno de 28 a Se o exame de ecocardiografia fetal realizado no primeiro trimestre ou durante a idade pré-morfológica ( 16 - 18 semanas de gestação) não puder excluir o desenvolvimento de patologias de início tardio, pode ser necessário uma nova reavaliação desse exame em torno da 28 a 30 a semana.

* Historia familiar de cardiopatia * Distúrbios metabólicos como Diabetes Mellitus * Exposição a agentes teratogênicos, tais como: esteróides, anticonvulsivantes, álcool, lítio, mas principalmente derivados da vitamina A (ácido retinoico e derivados). * Exposição a inibidores da síntese de prostaglandinas (ibuprofeno, ácido salicílico, indometacina). * Infecções da rubéola, citomegalovírus, Coxackie e Parvovirus B19. * Doenças auto-imunes, como Lúpus e síndrome de Sjögren. * Distúrbios familiares hereditários como, por exemplo, a síndrome de Marfan. * Fertilização Indicações fetais * Exame morfoestrutural em outra idade gestacional, sugerindo a presença de fatores possivelmente sugestivos de Cardiopatia * A presença de outras alterações que se referem a outros órgãos e / ou estruturas fetais. * Anormalidades cromossômicas. * Arritmia cardíaca (taquicardia persistente, bradicardia persistente, ritmo cardíaco fetal irregular persistente). * Hidropisia fetal. * Gestação gemelar monocórica e suspeita de STPT ( Síndrome de Transfusão Feto Fetal). * Valores aumentados de translucência nucal durante o primeiro trimestre de gestação. * Crescimento Intrauterino Restrito


Posts recentes

Ver tudo

Estrias na gravidez

As estrias são um incômodo comum durante a gravidez. As estrias se desenvolvem em nove entre dez gestações, geralmente no sexto ou sétimo mês. Essas estrias rosadas ao redor dos estômagos, seios ou qu

Parto normal após uma cesariana

Se você já fez uma cesariana, pode ter seu próximo bebê por via vaginal. Isso é chamado de parto vaginal após cesariana (também chamado de VBAC). Você poderá fazer um VBAC se sua gravidez for saudável

BOA FORMA NA GRAVIDEZ.png
101ReceitasdePapinhas_Imagem001_Anuncio_